«

»

nov 15

Minha Opinião: Os Pontos Negativos de Dragon Ball Z!

 

Dragon Ball Z

Olá pessoal! Já faz um tempo que não posto alguma coisa em relação a animes. Então resolvi aproveitar para falar minha opinião sobre essa série tão amada (e idolatrada por alguns). Eu demorei um pouco, pois precisei parar para pensar sobre os pontos que queria abordar na postagem. Não é fácil falar de um anime clássico e tão antigo como é Dragon Ball Z. Especialmente, quando se tratam dos pontos negativos.

Idolatria

O fato é que Dragon Ball Z foi uma série em anime que marcou a infância de muita gente. Ela é tão importante para algumas pessoas (brasileiros, especialmente) que virou quase que um tabu falar algo negativo sobre esse anime. Mas nenhum anime, jogo, filme ou qualquer coisa é perfeito. E existem várias coisas em Dragon Ball Z que me incomodaram bastante e que eu só parei para analisar depois de crescido mesmo.

No fim, o que importa é que todos temos opiniões diferentes, mas, às vezes, especialmente quando se trata da infância, deixamos a nostalgia nos dominar. E isso leva a uma idolatria desnecessária de algo que não passa de um produto de televisão. Não há necessidade de atacar ou desrespeitar os outros por eles não gostarem ou corcordarem com o que você acha. Estou dizendo isso para que fique claro que essa é MINHA opinião. Você pode deixar a sua opinião se quiser nos comentários, mas lembre-se de ser educado e respeitar os outros. Isso é o mínimo necessário para se ter uma discussão civilizada.

Dragon Ball Z, Clássico e GT?

Inicialmente, eu tinha a intenção de falar do Dragon Ball clássico também. Aquele que mostra a infância do Goku. Só tem um pequeno problema: eu não consigo lembrar nada dele! Eu assisti o anime na época em que ele era exibido no SBT. Sobraram apenas vagas memórias de algumas cenas e alguns personagens, mas fora isso eu simplesmente não consegui lembrar mais nada.

A solução simples seria eu assistir de novo. O problema é que eu não quero. Simples assim. Eu não tenho mais vontade de assistir nada relacionado a Dragon Ball. Eu nem vi o filme mais recente que passou no cinema ainda!

O mesmo ocorreu em relação a Dragon Ball GT. Eu lembro bem desta série e seus muitos detalhes, mas Dragon Ball Z é a série que tem os pontos que mais me incomodam. Além disso, DBGT não é canônico em relação ao mangá. Sendo assim, é mais fácil de ignorar seus erros, já que eles não impactam na série principal. Então, eu resolvi deixar o Dragon Ball clássico e o GT de lado para falar apenas do Dragon Ball Z .

dragon-ball-classico-dublado-todos-os-episodios-online

Dragon Ball Kai e Super

Gostaria de deixar claro que não assisti nada do remake de Dragon Ball Z, o Dragon Ball Kai e também não li o mangá. Também não estou interessado em Dragon Ball Super. Já ouvi falar do final de DBSuper e como ele foi ruim, então nem vou perder meu tempo. O que eu gostaria de falar neste post são as coisas que me desagradam em DBZ apenas. São coisas que me fazem não ter vontade de assistir novamente. Não estou querendo dizer que a série é ruim ou que a odeio.

Hater? Não. Apenas uma opinião diferente.

Muita gente provavelmente vai chegar aqui já achando que sou um hater de Dragon Ball. Não é isso. Dragon Ball é um clássico absoluto dos animes/mangás. A obra do mestre Akira Toriyama estabeleceu inúmeros padrões que são vistos até hoje em mangás e animes shounen. Além disso, continua sendo uma das séries mais vendidas de todos os tempos da Shounen Jump. Goku é um ícone que fez parte da infância de muita gente e é um dos personagens mais conhecidos mundo afora. Eu tenho um grande respeito pela obra e por sua contribuição aos mangás e animes. Se não fosse por Dragon Ball não existiriam excelentes mangás como One Piece, Naruto (sim, Naruto tem sua falhas, mas não é ruim, haters gonna hate) e outras séries de sucesso por aí.

É muito fácil falar dos pontos positivos e da influência desta obra. Agora abordar os pontos negativos é sempre difícil, pois muita gente coloca a série num pedestal e diz que ela é perfeita quando não é. É justamente de suas imperfeições que quero falar. Apesar de ser um clássico definidor do gênero Shounen, Dragon Ball também foi um dos primeiros nesse estilo.

O grande problema está neste fato. Com o passar do tempo, a tendência é que novos títulos sejam lançados e comecem a aperfeiçoar o estilo com novas ideias ou melhorias a ideias estabelecidas anteriormente. Em contrapartida, quanto mais uma série envelhece mais aparecem pequenas falhas que vão se amontoando e mostrando que aquilo que parecia tão bom é, na verdade, fraco em relação a outros conteúdos mais atuais. É justamente esse o caso de Dragon Ball Z.

Primeiro ponto: enredo fraco

Esse é um dos pontos que se torna mais óbvio quando se faz a comparação com mangás da atualidade. Dragon Ball Z tem um enredo extremamente simplístico nos primeiros arcos e nos arcos finais quase não tem enredo. A saga da invasão dos sayajins que revelou a origem extraterrestre de Goku foi bem simples. Poderiam ter sido dados mais detalhes sobre Raditz, o irmão do Goku. Não lembro se foi feita menção ao pai dele, Bardock. O fato é que, após a derrota de Raditz e morte de Goku, o enredo degradou-se ao treinamento para o combate contra os sayajins, o desejo de Vegeta de usar as Dragon Balls para se tornar imortal e o massacre dos guerreiros da Terra por eles a luta dos guerreiros da Terra contra eles, enquanto esperavam o retorno de Goku.

Aliás, devo mencionar que foi justamente neste arco que começou a ocorrer um dos problemas que mais me incomoda na série até hoje. Falarei disso logo em seguida.

A saga de Frieza também foi bem simples em enredo. Novamente, resumiu-se ao interesse do vilão em usar o poder das Dragon Balls para se tornar imortal. Já os heróis queriam usá-las para reviver quem havia morrido anteriormente. E isso já é outro dos problemas que falarei. A única diferença é que as Dragon Balls utilizadas eram do planeta natal de Piccolo, o que também serviu para revelar sua origem. No entanto, a batalha de Goku contra Frieza no planeta Namekusei em processo de destruição ainda é uma das melhores batalhas de anime de todos os tempos.

O melhor arco

Logo após, a derrota de Frieza vem o arco dos andróides. Ele começa com o retorno de Frieza que sobreviveu à explosão do planeta Namekusei (???) e foi à Terra para se vingar. No entanto, chega Trunks do futuro e mata ele e o pai dele sem fazer nenhum esforço.

Não demora muito para sabermos que Trunks veio do futuro trazer um remédio para salvar Goku de uma doença do coração. No futuro pós-apocalíptico de Trunks, a morte de Goku fez com que não houvesse ninguém capaz de enfrentar os andróides criados pelo Dr. Gero, um cientista que trabalhava para o exército Red Ribbon. Eles foram os primeiros inimigos de Goku quando criança e foram destruídos por ele. Dr. Gero busca por vingança e cria todos os andróides, além de transformar a si próprio em um.

Esse arco é o melhor em termos de enredo, justamente por sua conecção direta a eventos passados, apesar de eu ainda achar ilógico o Dr. Gero ter conseguido criar andróides tão insanamente poderosos com tecnologia da Terra. Mesmo com toda a coleta de dados que ele fez, é difícil imaginar que tipos de materiais existiriam na Terra para criar monstruosidades super poderosas como essas.

O pior arco

Em termos de enredo, não houve arco pior que o do Majinboo. No começo há um enredo se desenvolvendo. É contada a origem de Majinboo, Babidi e seus planos. No entanto, quando Boo  se separa em dois e depois é absorvido pelo Boo maligno, tornando-se Super Boo, toda e qualquer tentativa de haver uma história desaparece. A partir deste ponto, ocorrem apenas treinamentos, fusões e lutas com cada um tentando derrotar Boo de qualquer maneira. E fica nisso até o desfecho do arco quando Goku finalmente derrota Kid Boo usando a Genki Dama. Sem falar que MajinBoo é o vilão mais sem propósito que eu já vi num anime.

Esse é, de longe, o arco mais repetitivo e tedioso do anime. As lutas são todas muito similares e não passam de desculpa para arrastar o “enredo” por mais tempo. O torneio que o Cell organizou ao final do arco dos andróides foi uma ideia bizarra, mas, pelo menos, ainda houveram momentos realmente interessantes ali. Já em MajinBoo, não há realmente nenhum momento que eu considere marcante. Não, nem a cena do sacríficio do Vegeta, pois aquilo infelizmente não levou a nada.

Segundo ponto: os guerreiros da Terra são tratados como piada

Esse é sem dúvida a coisa que mais me incomoda. Todos os guerreiros da Terra em Dragon Ball Z são deixados em papéis secundários patéticos e só morrem nas lutas. Não é dado qualquer espaço para eles poderem se desenvolver. Todo o foco passa a ser colocado nos aliens e seus descendentes. E, hoje em dia, eles são uma verdadeira piada na internet. Quem aí nunca viu o meme do “Yamcha está morto”?

Eu gostava bastante dos guerreiros da Terra durante as primeiras fases de Dragon Ball. Durante a fase em que Goku era criança, eles tinham um bom espaço e mostravam ser bons lutadores. No entanto, com a chegada de Dragon Ball Z, todos sem exceção foram transformados na piada da série. Mesmo o Tenshinran (ou Tien) que era um dos meus favoritos passou por momentos vergonhosos. Ele mal aparece na saga MajinBoo!

O pior é que a série ainda quer chamar eles de “guerreiros z”. Como se eles tivessem qualquer espaço ou grande relevância fora servir para morrer ou como uma simples distração para o inimigo. A pior de todas as cenas neste sentido é justamente com o Tenshinran. Trata-se daquela cena em que ele usa seu ataque mais poderoso contra o Cell 2 (Semi-Perfect Cell) e só consegue retardar ele, enquanto os outros fogem. Ele não conseguiu fazer sequer um arranhão no inimigo! Foi terrível o que foi feito com ele. E, por sinal, Cell é um inimigo que surgiu da própria Terra. Nem mesmo contra um inimigo do planeta deles, lhes foi dada alguma chance. Eu ainda lembro do quão desapontado fiquei com essa cena.

Terceiro ponto: as Dragon Balls perdem muito de sua importância

O nome da série é Dragon Ball, mas as esferas do dragão não tem a mesma importância na série Z que tiveram na série do Goku criança. Nos primeiros dois arcos, elas estão em foco, pois fazem parte da ambição dos vilões e isso é bom. Mas, a medida que a história avança, elas tornam-se meras ferramentas e são utilizadas apenas por pura conveniência para reviver quem morre e nada mais. Isto ocorre na saga dos andróides e na saga Boo.

Aliás, devo dizer que, apesar de não ser canônico, a motivação para a corrupção das Dragon Balls no arco final de Dragon Ball GT e o foco colocado nelas foi excelente. Uma das poucas coisas positivas trazidas por DBGT.

Quarto ponto: Dragon Ball = Trapaça?

Outra das coisas que me incomodam também tem relação com as Dragon Balls. Inicialmente, haviam regras bem estabelecidas sobre o uso das mesmas. Shen Long não pode realizar pedidos que excedam seu limite de poder. Okay. Sem problemas. A outra regra que é o problema. As Dragon Balls só podem ser utilizadas para reviver uma pessoa NO MÁXIMO duas vezes. Essa regra nunca foi, de fato, respeitada. Muita gente foi revivida múltiplas vezes ao longo da série. Sem falar do fato de que todo mundo era tão dependente do Goku que sempre tinham que achar uma maneira de trazer ele de volta, com ou sem Dragon Balls.

O enredo da série teria sido mais interessante se Goku tivesse ficado apenas como mentor ou auxiliar e deixado seus descendentes se desenvolverem. No entanto, devido a sua popularidade, era sempre necessário trazer ele de volta. Isso chegou a um ponto que mesmo o Gohan não conseguiu fazer nada na saga Boo. E todo aquele poder oculto? Onde foi parar? E o Goten? Bleh. Provavelmente, o personagem mais inútil da série.

Considerações finais

Esses são os pontos que me desagradam em Dragon Ball Z. Apesar dessas falhas que se tornaram aparentes ao longo dos anos, o fato é que a série ainda tem grande importância no mundo dos animes/mangás. Por isso, ela deve ser respeitada. O que é diferente de gostar. Você pode respeitar mesmo sem gostar. Reconhecer o que ela trouxe de bom é importante. Também espero que você que estiver lendo possa respeitar a minha opinião.

E não deixe de expressar a sua opinião também! Diga o que acha da série! Discorda dos meus pontos? Então, argumente o porquê, sendo sempre educado como sua mãe lhe ensinou ok? E se quiser, siga-nos no Facebook e Twitter e inscreva-se em nossos canais no Youtube para ficar sempre por dentro das novidades!

Compartilhe isto:
%d blogueiros gostam disto: